terça-feira, 24 de novembro de 2015

Ignorância não está no DNA

Em seu recente texto, Homossexualidade, DNA e a ignorância, o sr. Dráuzio Varella, estrela da medicina e fundador da UNIP e do Colégio Objetivo, afirma: 

"Os que assumem o papel de guardiões da família e da palavra de Deus para negar às mulheres e homens homossexuais os direitos mais elementares, não são apenas sádicos, preconceituosos e ditatoriais, são ignorantes."

Meu comentário (postado no Facebook, que obviamente foi deletado na primeira vez):

"Não sei porque ainda tem gente que dá ouvidos ao sr. Varella. Estrela da mídia, doutor sem doutorado, ateu intolerante e anti-cristão preconceituoso, só seria digno de ser ouvido após muita cachaça num boteco risca faca. Quem quer que denigra uma religião, elevando-a ao nível do amor pelo sexo anal ou do desejo de fazer felação, deve ser extirpado da vida pública. Ser macaco de palco em cursinho no Objetivo seria o máximo de público que se poderia concedê-lo."

Esse senhor, mais uma vez, usurpa da fama midiática como 'doutor' para falar do que não entende. Veja em "Doutores".

Certamente, não se pode confundir gay com gayzismo, moviemento ideológico que usa homossexuais como massa de manobra. Ademais, antes que a guerrilha do politicamente correto venha querer me atacar com preconceitos preconceituosos, dê uma olhada neste depoimento de um travesti. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário